Perth

 

Confiram aqui o segundo episódio da nossa série: Os Motta vão à Austrália!

Nesse episódio fomos até Perth, capital do estado de Western Australia! Perth é uma cidade grande, mas a região habitada é pequena, então é bem concentrada. O centro da cidade é limitado a uma avenida central e duas grandes ruas com lojas em suas paralelas. Vale a pena passear por lá e conhecer.

Ficamos hospedados bem próximo do centro e do terminal central de ônibus no The Royal Hotel (um hotel de esquina bem antigo e todo estiloso) e alugamos um apartamento com cozinha, banheiro e dois quartos. Os ônibus do centro da cidade são chamados CAT’s, andam por linhas classificadas em cores (red, yellow, blue e green) e são todos de graça. Eles rodam os principais locais do centro da cidade e utilizá-los pode te economizar uma boa caminhada.

No início do vídeo vocês podem ver a Torre do Sino (The Bell Tower), localizada no antigo porto da cidade, próximo ao centro e ao Rio Swan (Swan River, ou Rio Cisne).

Assim como a maioria das cidades da Australia, Perth tem muitos parques e áreas verdes e vale a pena parar para um pic nic. É claro que foi o que fizemos. Passamos pelo Bold Park e paramos no Kings Park, onde também está localizado o Jardim Botânico (este que, como fomos na primavera, estava maravilhoso), ouvimos músicas de um festival que estava rolando e fizemos o nosso piquenique próximo de árvores com lindos e coloridos pássaros cantando. O Kings Park tem uma visão ampla do centro da cidade e do Rio Swan.

Na entrada do Jardim Botânico, tem uma árvore gigante chamada Boab (Giant Boab Tree, ou ‘Gija Jumulu’). A árvore, que foi um presente da comunidade indígena local de Gija para todos os habitantes do estado de Western Australia, é altamente valorizada pelos povos indígenas por seus frutos comestíveis, usos medicinais e propriedades de retenção de água. Originária da região de Kimberley, na Grande Rodovia do Norte (Great Northern Highway), ela teve que ser realocada, viajando mais de 3,200 km em Julho de 2008 para chegar até sua ‘nova casa’, em Perth. A árvore é linda e sua história muito apreciada pela comunidade local. Por mais que nunca tenhamos ido à África, ela nos lembrou grandes árvores africanas que costumamos ver em alguns filmes, bem legal!

As praias de Perth são conhecidas na Australia por praias de água menos fria (as de Melbourne, por exemplo, são congelantes) e com uma cor sensacional. Paramos então na praia de Cottesloe para dar uma volta e apreciar o pôr-do-sol no deck da praia, que nos rendeu fotos lindas devido à vasta extensão da praia.

Além desta, muitas outras praias podem ser visitadas no Oceano Índico; tanto na cidade de Perth (Scarborough, Trigg e City Beach, dentre outras), quanto nos arredores, como por exemplo Cable Beach, localizada em Broome.

Durante a viagem ouvimos rumores de uma pizzaria italiana que existia em Perth onde as pizzas eram sensacionais… Ao procurarmos na internet, encontramos bons comentários da IL Padrino, Restaurante e Pizzaria e resolvemos jantar por lá. O dono e principal pizzaiolo do restaurante, Nanzio Nici foi votado o melhor pizzaiolo do mundo há alguns anos atrás e serviu pizza para o Papa João Paulo II. Uma das pizzas que encontramos por lá foi a tradicional quatro queijos, dificilmente na Austrália. Realmente ela foi uma das melhores pizzarias que já visitamos do outro lado do mundo e os preços apesar de não serem baratos são bem razoáveis, 100% recomendada!

No dia seguinte fomos até uma cervejaria local (cuja cerveja é encontrada por todo o país), a Little Creatures, com a intençao de fazer um tour e aproveitar o período da tarde. No bar, a degustação é de graça e eles ofereçem um pouco (cerca de 80ml) de cada cerveja disponível. Atenção: se você pretende fazer o tour, não esqueça de levar o seu passaporte, principalemnte se você é menor de 25 anos, como foi o meu caso na época e infelizmente não pudemos conhecer a cervejaria por dentro, mas aproveitamos a tarde para comer, ouvir uma boa música e é claro, tomar uma ótima cerveja!

Passeamos também pelo Esplanade Park, em Fremantle, onde está localizada a área portuária de Perth. É um lugar super charmoso e cheio de coisa legais para fazer. Desde lojas de souvenirs e restaurantes diversos até uma estátua do Bom Scott (vocalista da banda australiana AC/DC) no pier, que pra quem gosta, é parada obrigatória pra tirar uma foto.

No Fremantle Market aproveitamos para ouvir música ao vivo, comprar algumas frutas e artesanato manul, como itens feitos de madeira e couro. O Peter, um alemão artesão de couro da Freo Leather and Metal Work, me fez um cinto sob medida exatamente do jeito que eu queria! 🙂

No dia seguinte, fomos de ferry boat até Rottnest Island, uma ilha que fica a cerca de vinte minutos de ferry do porto the FremantleRottnest Island (rott – roedores, nest – ninho, island – ilha), a ilha ninho de roedores. Não de qualquer um, dos quockas em particular, que são marsupiais da família dos cangurus.

Na ilha não é possível entrar com carro, mas tem um ônibus que circula toda ela levando turistas e trabalhadores para cima e para baixo. Você paga cerca de $15 dólares australianos e eles servem no sistema ‘hop on – hop off‘, que te dá o direito de parar em qualquer uma das praias e pegar o próximo ônibus sem custo extra para continuar conhecendo as outras sem cansar muito. Além do ônibus, é possível alugar bicicletas para meio período, para um dia inteiro ou para mais tempo, caso desejem permanecer em pousadas na ilha por alguns dias. Para os emplogados, dá para dar a volta na ilha toda de bike em cerca de cinco horas, sem considerar as paradas.

A ilha tem várias baías… A Little Salmon Bay por exemplo, tem um caminho para fazer snorkel já delineado através de grandes blocos submersos fáceis de visualizar devido à água tão criatalina! Mas apesar de eu falar no vídeo que em Perth as praias são mais quentes… Ela ainda estava bem gelada! Brrrrrr!

Dizem que dependendo do clima, pode-se ver focas e golfinhos por lá…

Outras coisas pela região de Perth que, se você tiver tempo vale a pena visitar:

Swan Valley – Uma região boa para provar vinhos direto das vinícolas.

Manjimup – Onde eles oferecem black truffles.

Margaret River (267 km de distância de Perth): The Gap, Natural Bridge, Blowholes. Fazer mergulho na Greens Pool e caminhar na Tree Top Walk.

 

Esperamos que vocês tenham gostado das dicas! Nos contem aqui nos comentários caso venham a visitar algum dos lugares recomendados nesse post ou no vídeo e o que acharam!

 

Grande abraço,

Cauê e Mamá

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *